Mês: dezembro 2014

Estímulo para escritores reticentes

“A verdade sobre o caso Harry Quebert”, do suíço Jöel Dicker, foi lançado no Brasil recentemente. A contracapa da edição brasileira e suas duas páginas iniciais estão recheadas de elogios publicados na imprensa, e a avaliação nas redes sociais – lê-se Goodreads e Skoob – passa das 3 e 4 estrelinhas, respectivamente. Bem, eu gostei do livro. Já o vinha namorando há um tempo nas prateleiras por causa da capa, que não sei porque me conquistou. Mas o que me fez gostar mesmo dele foi outra coisa: Ele é o estímulo perfeito para escritores reticentes como eu. E só não digo que ‘me serviu como uma luva’ porque luvas nunca me serviram muito bem. Anúncios

Objeto em extinção

Vi uma bolinha de gude passando no valão. Uma bolinha de gude, ninguém mais brinca disso. Ela poderia ser minha. Aos sete anos eu colecionava gudes com meu primo. A maior parte da nossa coleção era proveniente da coleção da minha mãe (naquela época elas já estavam virando decoração). Um dia inventei uma mentira.