Entrevistas
Comentários 20

MonoLAB: Pequenas doses mensais de arte

Adepta das doses homeopáticas, a editora Monotipia (responsável pela revista online de mesmo nome) acaba de criar o MonoLAB: uma série de quadrinhos autorais e inéditos que qualquer pessoa pode ler de graça. Serão várias HQs, cada uma com um total de 28 páginas, publicadas aos poucos nas edições da revista (que vai ao ar às segundas segundas-feira de todo mês).

“A Monotipia sempre esteve e sempre estará aberta para novos autores”, explica Martins de Castro, editor da revista, em entrevista concedida ao Terra Zero. “Mas, ainda em 2012, senti a necessidade de ter mais trabalhos autorais com mais frequência. Desde então foram quatro anos observando e experimentando, e agora finalmente cheguei ao formato que julgo ser o mais adequado para a leitura de quadrinhos na Monotipia: Via streaming, com um formato de tela confortável e cuja produção não atrapalhe os outros projetos dos autores”, ele conta.

Serão várias “rodadas” de histórias, digamos assim. Nesta primeira estão “Jihanki Battle”, de Rodrigo Solsona, “Violeta Genciana”, de Murilo Souza e “Tamasha e o fim do mundo”, de Octávio Aragão (roteiro) e Mika Takahashi (ilustração). Confira a sinopse de cada uma delas:

Tamasha e o Fim do Mundo

“Tamasha e o Fim do Mundo”
(Octávio Aragão e Mika Takahashi)

Aos sete anos, Tamasha vive em um quilombo cercado por uma mata densa. Seu pai, Zaci, anda muito ocupado com a iminência de um ataque ao vilarejo, vindo de inimigos não identificados, e não fica feliz ao ver que sua filha volta de um passeio com um filhote de boitatá no colo. Esse é o primeiro passo para uma sucessão de eventos interligados que transformarão de maneira radical tanto a vida dos personagens quanto a visão do leitor.

11221156_10204139043345153_1586185013_o (1)

“Jihanki Battle”
(Rodrigo Solsona)

Uma garota e um toyart gigante atravessam uma floresta perigosa, fugindo de uma cidade em chamas. Aparentemente, sua única salvação é achar um grupo de porcos.

 

 

 

Violeta Genciana“Violeta Genciana”
(Murilo Souza)

Em uma noite de tempestade, a vida da jovem Violeta muda radicalmente quando seus pais descobrem seu maior segredo em um flagrante completamente inesperado.

 

 

 

A revista Monotipia é gratuita, disponível para leitura em plataforma online pelo site ou pelo aplicativo para smartphone e tablet (clique aqui para baixar na Google Play ou aqui para baixar no iTunes).

E aí, qual das histórias você vai acompanhar? Fique ligado no Literasutra para ler as entrevistas com os autores!

Este post foi publicado em: Entrevistas
Etiquetado como: , ,

por

Espécime da safra de 89. Recentemente descobriu que não consegue escolher uma coisa só, então alterna a vida profissional entre as funções de jornalista e fotógrafa. Criou o projeto fotográfico "Uma Pessoa Por Dia", onde consegue mesclar as duas coisas.

20 comentários

  1. Pingback: “A graça está na surpresa do trabalho conjunto” | Literasutra

  2. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia essa editora, mas fiquei bem animada ao saber mais sobre o MonoLAB, pois tenho mutia curiosidade em começar a ler quadrinhos, mas sempre opto por comprar livros mesmo, sabe? Enfim, adorei a novidade, fiquei bem curiosa com os quadrinhos, principalmente o Jihanki Battle, parece ser ótimo *o*

    Beijos :*
    Larissa – srtabookaholic.blogspot.com

    Curtir

  3. Ola Monalisa não conhecia a revista , mas adorei a ideia e vou dar uma espiada nos HQ. Algumas capas estão lindas . Muito bacana esse projeto. beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s