Entrevistas
Comentários 12

“A graça está na surpresa do trabalho conjunto”

MonoLAB é um projeto da Editora Monotipia que disponibilizará histórias em quadrinhos inéditas em plataforma online e de forma gratuita. E a partir de hoje você confere uma série de entrevistas com os autores!

Octávio Aragão é o roteirista de “Tamasha e o Fim do Mundo”, uma das HQs do MonoLAB. Junto com a ilustradora Mika Takahashi, ele deu vida à pequena Tamasha, uma menina de sete anos que vive em um quilombo.  Os dois se conheceram por intermédio de Martins de Castro, criador do projeto, e pode-se dizer que foi paixão artística à primeira vista. Confira:

Qual é a sua motivação com essa história? Em outras palavras, “de onde ela surgiu”?
A cada história que escrevo tento diversificar o ponto de vista e as vozes dos meus personagens. Ao ver os desenhos da Mika, em sua maioria cheios de meninas em situações surreais, pensei que estava na hora de criar uma protagonista infantil. Já o cenário e as reviravoltas do enredo nasceram da vontade de propor desafios à ilustradora, saindo de sua zona de conforto. Queria ver como ela se sairia com uma personagem tão diferente do que estava acostumada a produzir e com cenas que abrangessem situações amplas ao ponto de parecerem incompatíveis. Peguei minha vontade de misturar estilos e, com uns arranjos aqui e ali, a história estava pronta na minha cabeça. A partir daí, foi apenas o trabalho de botar no papel e ir postando quase diariamente para a Mika e o Martins (editor da revista). Se eles curtissem a estrutura e a narrativa, era sinal que eu estava no caminho certo.

Como é a sensação de seus personagens ganharem corpo e rosto? Exige algum processo de ‘desprendimento’?
Ah, esse é um jogo que pratico há muito tempo. Adoro ver meus personagens desenhados por outros, da mesma maneira que gosto de desenhar personagens alheios. Já trabalhei com diversos parceiros e, neste momento, a Mika é parte de um seleto grupo que inclui Manoel Ricardo, Carlos Hollanda, Osmarco Valladão, Lucas Toscano e Rosa Duval. Cada um deles tem projetos comigo, em diferentes estágios de produção. E em cada caso, fico espantado e feliz a cada interpretação de meus personagens pela visão deles. Não sou um control freak, para mim a graça reside na surpresa que advém de um trabalho conjunto.

E como é o passo a passo dessa produção?
Cada caso é diferente. Com a Mika, escrevi as páginas do roteiro e mandava a ela e ao Martins para aprovação. Enquanto isso, ela ia fazendo os sketches e postava para vermos. Houve algumas modificações, mas no geral tudo foi muito fluido, muito rápido.

Nas suas palavras, o que é o MonoLAB? E quais são as suas expectativas?
Trata-se de um excelente palco e vitrine. Acredito que essa seja um belo protótipo da plataforma futura para os criadores de HQ. Com o tempo, tais iniciativas ganharão mais e mais espaço, credibilidade e base financeira.

O que você gostaria de dizer às pessoas que vão ler esta entrevista?
Apertem os cintos, desliguem os celulares e observem as instruções de voo. Sinto muito, não temos portas de emergência, mas, em caso de acidente, não se apavorem e façam o favor de morrer em silêncio. Tenham todos uma boa viagem.

A revista Monotipia é gratuita, disponível para leitura em plataforma online pelo site ou pelo aplicativo para smartphone e tablet (clique aqui para baixar na Google Play ou aqui para baixar no iTunes).

Tamasha e o Fim do Mundo“Tamasha e o Fim do Mundo”
(Octávio Aragão e Mika Takahashi)

Aos sete anos, Tamasha vive em um quilombo cercado por uma mata densa. Seu pai, Zaci, anda muito ocupado com a iminência de um ataque ao vilarejo, vindo de inimigos não identificados, e não fica feliz ao ver que sua filha volta de um passeio com um filhote de boitatá no colo. Esse é o primeiro passo para uma sucessão de eventos interligados que transformarão de maneira radical tanto a vida dos personagens quanto a visão do leitor.

(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src = ‘//connect.facebook.net/en_US/fbds.js’;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘438104886372049’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);

12 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s