Livro, Promoção, Resenhas
Comentários 34

Sorteio + resenha: livro “Cidades de Papel”

“Uma Margo para cada um de nós. E todas elas eram mais espelho do que janela”

As primeiras páginas de “Cidades de Papel” já são suficientes para criar empatia máxima. Eis aqui um livro capaz de atrair novo leitores jovens, de despertar o gosto pela leitura – pontos para John Green!

Com uma narrativa bem cativante, daquele tipo bem gostoso de ler, somos transportados para o universo de Quentin, um jovem que se situa bem no meio daquele velho clichê adolescente: o último ano de escola e a tensão pré-faculdade. Se dependesse do garoto, aliás, este seria somente mais um livro sobre bullying e tudo o mais. É aí que entra Margo, com toda a sua imprevisibilidade e personalidade forte, pronta para agitar as coisas ao redor.

“Margo sempre adorou um mistério. E, com tudo o que aconteceu depois, nunca consegui deixar de pensar que ela talvez gostasse tanto de mistérios que acabou por se tornar um”.

Apaixonado por Margo desde a infância, Quentin narra a história de quando a amiga, considerada por todos como péssima influência e já acostumada a fugir de casa, de repente some no que parece ser sua última fuga de todas.  Tudo isto narrado por uma voz muito divertida, com insights e frases sagazes e muito engraçadas, sem falar nas situações hilárias nas quais Quentin se envolve acompanhado de seus melhores amigos Radar e Ben.

“Agora, não sei bem o que se costuma dizer à mulher do caixa à meia-noite e meia, quando você junta diante dela quase seis quilos de bagre, Veet, o tubo papai gordão de vaselina, seis latas de Mountain Dew, uma lata de tinta spray azul e uma dúzia de tulipas. Mas eis o que eu disse:
– Não é tão estranho quanto parece.
A mulher pigarreou, mas não olhou para mim.
– Ainda assim, é estranho – murmurou ela.”

O livro foi lançado em agosto de 2013, e é praticamente impossível para um ser humano nunca ter ouvido falar dele ou de John Green, um dos autores-sensação do momento, autor do best-seller “A Culpa é das Estrelas”. Por que então, Monalisa, você só leu o livro na semana passada? Porque o trailer do filme me deixou muito curiosa! E sendo assim, pensei: “Hm… Talvez o livro seja mesmo bom”, e não estava enganada.

“Cidades de Papel” é um ótimo livro para jovens – e para nem tão jovens também. Seus personagens são ótimos, e consequentemente também os diálogos. Tudo nele tem o seu valor. É uma ótima história sobre o amadurecimento, que toca em questões fundamentais da adolescência, como a construção da própria identidade e a necessidade de encontrar o seu lugar no mundo. E todo o raciocínio de Margo a respeito das “cidades de papel” é realmente bom, merecedor de longas reflexões.

sorteio cidades de papel 2

E recentemente o livro ganhou nova edição, com a capa do pôster do filme! Em comemoração, o Literasutra está sorteando um exemplar. CLIQUE AQUI e participe!


Cidades De Papel John GreenTítulo original: “Paper Towns”
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 368
Sinopse: Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.
Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.
Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

Este post foi publicado em: Livro, Promoção, Resenhas

por

Espécime da safra de 89. Recentemente descobriu que não consegue escolher uma coisa só, então alterna a vida profissional entre as funções de jornalista e fotógrafa. Criou o projeto fotográfico "Uma Pessoa Por Dia", onde consegue mesclar as duas coisas.

34 comentários

  1. Gab Bastos diz

    Acredita que eu nunca li nada do Green? Só Wil&Will, mas é com o Levithan, então meio que não conto (até porque preferi o Will do Levithan….)
    Mas Cidades de Papel é um livro super bem elogiado. Gostei muito de saber desse poder de despertar o interesse pela literatura, oque é realmente necessário, já que conheço muuuitos jovens que não gostam de ler.
    Também adorei saber melhor sobre os personagens. Achei bem legal você falar que a Margo chegou e pá, deu um diferencial no livro. Fiquei bem curiosa pra conhecê-la.
    Pena que tenho visto muitos comentários negativos sobre o filme, que inclusive não verei antes de ler.
    Enfim, amei a resenha e espero gostar do livro tanto quanto você!
    Beijão!

    Curtir

  2. Olá! Tudo bem?
    Eu estou LOUCA pra ler esse livro desde que vi o trrailerr do filme. Já eestava com vontade antes, mas, o traiiler fez ela multiplicar dezenas de vezes!
    O filme parece estar maravilhoso mas, prometi que sóo verei após ler o livro.
    Amei sua reseenha! ❤

    Bjs! ❤

    dreamsanbooks.com

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi, tudo bem?
    Eu também pretendo ler o livro antes do filme, rs, então deseje-me sorte, pois a fila está gigante.
    Gosto de livros divertidos, que sabem trabalhar o humor de forma nada clichê ou batida, e é isso que a narrativa de Cidades de papel parece trazer.
    Espero gostar tanto do livro quanto você
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s