Filme, Resenhas
Comentários 19

Paixão obsessiva à primeira vista

Não é por acaso que “Minotauro”, romance do israelense Benjamin Tammuz, faz alusão à criatura mitológica.  Assim como o mito grego sobre a besta com cabeça de touro, o livro parte de uma paixão avassaladora rumo a um desfecho devastador. Ler “Minotauro” é como andar num labirinto com o predador em seu encalço.

“Nenhuma realidade é capaz de afastar um sonho. Nenhum ser vivo pode vencer um fantasma” (pág. 103)

No dia do seu aniversário de 41 anos, um homem se apaixona por uma adolescente dentro de um ônibus londrino. A menina, sem suspeitar do homem que agora a segue à distância, desce do ônibus e caminha para casa, revelando assim seu endereço. E então, nos dias que se seguem, ela começa a receber cartas anônimas desvairadamente apaixonadas.

O homem em questão é Alexander Abramov, agente secreto israelense que, durante uma missão clandestina em Londres, finalmente vislumbra sua razão de viver: a menina Téa. A partir daí, acompanhamos uma enxurrada de versos que assediam a adolescente. E a reação de Téa a tudo isso vem conferir uma dose extra de suspense à história.

“Tiro seus sapatos e beijo os dedos de seus pés. Eu os conheço, assim com cada linha de seu corpo. Não se irrite, não tenha pena. Jamais conheci a felicidade até encontrar você”

Nada do que se diga em qualquer resenha pode aplacar a surpresa que a narrativa, muito bem desenvolvida e estruturada, é capaz de causar no leitor. “Minotauro” é uma história sobre amor obsessivo que foge dos clichês. Publicado originalmente em 1981, somente agora a história chega ao Brasil, trazida pela Editora Rádio Londres. Sua narrativa é dividida em quatro partes que se sobrepõem e complementam, e para o bem de todas as surpresas e reviravoltas, não falemos muito mais sobre isso. O livro traz ótimas reflexões sobre música e o fazer artístico, como também sobre a curiosa relação entre árabes e judeus.

A história vai te cozinhando, mas não no sentido negativo da expressão. Você vai cozinhando em panela valiosa com muito tempero. O caldo que se forma à sua volta é delicioso, o aroma que sobe é irresistível. E tudo culmina num banquete de te tirar do prumo, deslocar seu centro de equilíbrio. Você desconfia e tem quase certeza do que está por vir, mas custa a acreditar.

minotauro benjamin tammuz“Minotauro”
Autor: Benjamin Tammuz
Editora: Rádio Londres
Páginas: 208

*Livro cedido pela editora

19 comentários

  1. Alexandre Melo diz

    “Ler Minotauro é como andar num labirinto com o predador em seu encalço.” Adorei isso! hahaha
    Parabéns pela resenha. Li Minotauro a pouco tempo, e achei fantástico! Entrou no meu hall de favoritos fácil! Também não gostei muito da capa, mas a história compensa.
    Abraços!
    Alexandre Melo
    http://doqueeuleio.com.br

    Curtir

  2. Nossa que livro, nem sabia que ele existia e agora estou bem curiosa para saber qual é o final de toda a trama e o que mais o cara faz para assediar a menina.

    coisasdemineira.blogspot.com.br

    Curtir

  3. Diana Canaverde diz

    Oi Monalisa, tudo bem??
    Bom pela capa não dava nada pelo livro rs… mas eu curti muito a premissa do livro, porque adoro uma mente obsessiva haha…. essa questão do cara ver a menina e logo ficar obcecado por ela, me deixou bem curiosa para saber para onde a história vai caminhar… você falou com tanta propriedade na leitura que ficou impossível não ficar interessada… Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, Bruna! Em sua defesa, todo mundo julga “futilmente” assim. Hahaha Sério! Por isso o trabalho do designer é tão importante. O que aconteceu no seu caso é o gosto. Você não gostou da capa nem do título, então, a princípio, não se interessou. Mas teve a mente aberta o suficiente pra ler a resenha com carinho e se permitir mudar de opinião. E no final das contas é isso que importa, né! ❤️

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s