Mês: março 2016

Que tipo de homem escreve uma história de amor?

Até ganhar intimidade com o mercado editorial, um escritor precisa antes enfrentar algumas dificuldades. A mais conhecida delas parte do princípio: encontrar um assunto sobre o qual escrever, tarefa que pode ser resumida em uma perguntinha bem marota: “O que te motiva?”. Mas não basta responder à pergunta; logo em seguida entra em ação o segundo problema. Assunto perfeitamente escolhido, agora é hora de escrever de fato. Anúncios

Os anjos do apocalipse chegaram

“Nunca me dei conta da vitória que é simplesmente estar viva.” “A Queda dos Anjos” é o primeiro volume de uma trilogia intitulada “Fim dos Dias”. A partir daí fica fácil deduzir que a trama se passa num cenário apocalíptico, certo? Teoricamente conforme previsto na bíblia, os anjos do apocalipse estão na Terra, e desde que chegaram a vida dos humanos transformou-se ironicamente num inferno. No meio disso tudo está Penryn, uma adolescente que se vê obrigada a amadurecer para cuidar da irmã paraplégica de 7 anos e da mãe esquizofrênica. Mas toda história tem um ponto de virada, e o de Penryn acontece quando encontra – e resgata – um anjo que acabou de ser encurralado e mutilado por seus pares.

Menina Submersa em si mesma

Caitlín R. Kiernan é uma mulher com superpoderes. Nascida na Irlanda, mudou-se para os Estados Unidos ainda criança, onde até hoje escreve seus contos e romances. Mas Caitlín, embora personagem de sua própria história, não é fictícia: Ela vive e pode ser tocada, assim como eu ou você. Caitlín é a autora de “A Menina Submersa”, um livro insistente que se funde ao leitor desde as primeiras páginas, pedindo – praticamente exigindo – tratamento exclusivo. Eis o superpoder da escritora. “Será que eu sou uma louca que apenas transfere seus delírios e consciência perturbada para a palavra escrita?”

Do cinza ao púrpura

Se existisse uma lista de todos-devem-ler, “A Cor Púrpura” certamente estaria nela. Vencedor do Pulitzer e inspiração para o filme homônimo de Steven Spielberg, o romance da norte-americana Alice Walker merece todos os elogios possíveis. Retrato dos Estados Unidos entre guerras, o livro conta a história de Celie, cuja vida foi marcada pelo racismo, machismo e pobreza. “Ela falou, Toda minha vida eu tive que brigar. Eu tive que brigar com meu pai. Tiver que brigar com meus irmão. Tive que brigar com meus primo e meus tio. Uma criança mulher num tá segura numa família de homem.” Nascida em uma cidade segregada, a vida de Celie é um pesadelo. Desde muito nova ela é estuprada pelo pai, com quem teve dois filhos que nunca conheceu. O sofrimento aumenta quando, forçada a se casar com um homem violento, ela se separa da irmã, sua melhor amiga. Mas sua personalidade pacífica – e um tanto submissa – está prestes a conhecer novas formas de viver: uma nova amiga está prestes a chegar; Shug Avery pintará sua vida cinza de púrpura. …

SORTEIO + Resenha de “Nunca Jamais”

Atenção, fãs da Colleen Hoover! A editora Galera Record acaba de publicar o primeiro livro de “Nunca Jamais”, a nova trilogia da autora, escrita em parceria com Tarriyn Fisher. Saiba mais sobre o livro e saiba como participar do sorteio assistindo ao vídeo abaixo! Clique aqui e participe do sorteio! Neste vídeo: “Nunca Jamais” (Never, Never) Autoras: Colleen Hoover e Terryn Fisher Editora: Galera Record Páginas: 192