Livro, Resenhas
Comentários 42

Os anjos do apocalipse chegaram

“Nunca me dei conta da vitória que é simplesmente estar viva.”

“A Queda dos Anjos” é o primeiro volume de uma trilogia intitulada “Fim dos Dias”. A partir daí fica fácil deduzir que a trama se passa num cenário apocalíptico, certo? Teoricamente conforme previsto na bíblia, os anjos do apocalipse estão na Terra, e desde que chegaram a vida dos humanos transformou-se ironicamente num inferno. No meio disso tudo está Penryn, uma adolescente que se vê obrigada a amadurecer para cuidar da irmã paraplégica de 7 anos e da mãe esquizofrênica. Mas toda história tem um ponto de virada, e o de Penryn acontece quando encontra – e resgata – um anjo que acabou de ser encurralado e mutilado por seus pares.

“Então paro, esperando ouvir um grito, mas tudo está em silêncio. Eu me esgueiro junto à parede, prendendo a respiração. Não ouço nada nem vejo nenhum movimento. Não existe nada além do meu medo, que me pede para abortar a missão. Mas vou em frente.”

E então, derrapando em sua própria criação, a autora não resiste e salpica aqui e ali alguns muitos clichês. Um exemplo: Os anjos são figuras aladas de beleza deslumbrante, semideuses de peitorais nus e músculos evidentes. Se vai surgir algum climão romântico? Dou um doce para quem acertar a resposta!

“Como previ, a água está supergelada e me faz lembrar partes do meu sonho da noite passada e, inevitavelmente, como me senti aquecida aconchegada nos braços dele. Deve ter sido apenas um tipo de comportamento angelical motivado pela minha tremedeira, do mesmo jeito que pinguins se amontoam quando está frio. O que mais poderia ser?”
(Nota-se que a personagem nunca leu um livro young adult na vida, senão não teria uma dúvida dessas…)

A biografia na orelha do livro diz que Susan Ee “tem um longo caso de amor com ficção científica, fantasia e terror, especialmente se houver um toque de romance”. E aqui está uma pista do que pode ser encontrado no livro, indício também do que considero como seu principal defeito: Quando um autor classifica o romance (numa história de ficção científica, fantasia ou terror) como algo especial, eu tendo a ficar desconfiada. Mas o que pra mim geralmente é defeito, para você pode ser qualidade; então vamos a um mergulho mais profundo:

“Minhas lágrimas pingam sobre suas bochechas, misturando nossa angústia numa só.”
(Exemplo do que considero uma escrita brega)

Apesar dos elementos clichês (tanto no que diz respeito à narrativa quanto ao estilo de escrita), a autora soube construir um universo instigante, do tipo fácil e rápido de ler, além de muito viciante. Os personagens são marcantes, as cenas são envolventes e muito visuais. Não por acaso, o livro já foi traduzido em mais de 20 países e já tem adaptação para os cinemas confirmada. E eu apostaria que sua trajetória aqui no Brasil será igualmente bem sucedida.

Como todo primeiro volume de série, “A Quedas dos Anjos” apresenta muitas questões. E embora nem todas sejam explicadas (é de se esperar que muita coisa fique para os próximos livros), a história encerra seu próprio arco, ao contrário do que acontece em “Nunca Jamais” (Colleen Hoover e Tarryn Fiser), cujo primeiro volume é um mero teaser.  Outro ponto positivo é a possibilidade de desenvolvimento de algumas reflexões interessantes no decorrer da série, além da introdução de outros. Resta saber se a autora aproveitou a oportunidade… Mas para isso, só lendo a série inteira! 🙂

A queda dos anjos resenha susan ee
A Queda dos Anjos – Fim dos Dias #1
(Angelfall – Penryn & The End of Days #1)
Autora: Susan Ee
Editora: Verus
Páginas: 279

*Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record.

42 comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Coincidentemente acabei de ler uma resenha deste livro 😉 Não sabia que tinha um romance no livro. Por que os autores cismam em colocar aqueles romancezinhos clichês em livros com um cenário apocalíptico? Para dizer que podemos achar o amor em tempos assim? Kkk
    Realmente fiquei MUITO interessada neste livro, achei diferente dos livros que leio de anjos.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi 😀

    Este é um daqueles livros que me deixa em dúvida se quero realmente ler.
    A capa por si só desperta toda minha curiosidade, mas tem algo na história e personagens que me faz pensar duas vezes.

    Estou dividida hehehee

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s