Livro, Resenhas
Comentários 7

Um guia empoderador de pais e mães sobre o autismo

Quanto mais cedo uma criança é diagnosticada com o transtorno do espectro autista (popularmente conhecido como autismo), melhor é o seu prognóstico. Isto significa que as chances de desenvolvimento da criança serão muito maiores, já que as inúmeras possibilidades terapêuticas devem ser postas em prática o quanto antes. O ideal é que isto aconteça antes dos 2 anos de idade, mas no Brasil o caso é alarmante: o diagnóstico só costuma vir por volta dos 8 anos. Para ajudar a preencher essa lacuna, empoderando mães e pais por meio do conhecimento, existe o livro “Manual do Autismo – Guia dos pais para o tratamento completo”, escrito pelo dr. Gustavo Teixeira, publicado pela editora Best Seller.

“As mães costumam ser as primeiras a perceberem os sinais do transtorno nos filhos e, muito frequentemente, não são ouvidas nem pela família nem pelo pediatra da criança, o que retarda o diagnóstico e compromete o desfecho desses indivíduos na vida adulta”.

O livro é curto, mas concentra em poucas páginas muita informação relevante, cumprindo seu papel. Por ser uma fonte de informação segura, é um ótimo aliado de quem não quer ficar refém de diagnósticos tardios – seja por falha médica, seja por preconceito do resto da família – o que compromete a eficácia das diversas terapias. Para que se tenha uma ideia mais clara do que é abordado no livro, segue uma lista dos capítulos principais:

  1. Quem são as crianças de Leo Kanner?
  2. Existem muitos casos de autismo?
  3. Quais são as causas e os possíveis fatores de risco para o autismo?
  4. Sinais de alerta! Quais são as características iniciais do autismo?
  5. Como se faz a avaliação e o diagnóstico do autismo?
  6. Como é o tratamento do autismo?
  7. Síndrome de Asperger

Como é possível notar, o livro é bem abrangente, e um ponto definitivamente positivo é que nem por isso torna-se superficial. Um dos capítulos mais interessantes é o quarto, que apresenta uma tabela com os sinais de alerta, separados por idade, aos quais os pais devem ficar atentos. Mas o propósito do livro obviamente não termina aí: Pode-se encontrar, ainda, uma listagem das escalas de avaliação que podem ser aplicadas à criança e uma a explicação muito objetiva das 15 modalidades terapêuticas principais.

Ao meu ver, este deveria ser um livro obrigatório não somente para os pais, mas também para médicos, educadores e quaisquer pessoas que tenham contato com crianças.

autismo
Manual do Autismo – Guia dos pais para o tratamento completo

Autor: Dr. Gustavo Teixeira
Editora: Best Seller
Páginas: 96

*Livro enviado pela editora

7 comentários

  1. Oii Mona, tudo bem? Agora fiquei triste por não ter dado atenção a esse livro… Sua resenha realmente me fez ter vontade de lê-lo, pois amo crianças e espero um dia trabalhar fazendo mediação de leitura para os pequenos, então saber mais sobre o assunto será de grande importância e irá me ajudar bastante. Achei a dica maravilhosa e já coloquei ele nos desejados.
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Mona, estou extremamente curiosa para iniciar a leitura desse livro, já que trabalho com uma criança autista. Adorei saber que mesmo sendo um livro curto, ele aborda bastante coisa. Espero que o livro me acrescente bastante ensinamentos.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura – Participe do top comentarista de maio, serão dois ganhadores.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá Mona, não conhecia a obra e fiquei super interessada, pois minha irmã mais nova é autista, ela possui um grau baixo de autismo, sem as complicações mais severas em relação a socialização, mas dificulta bastante sua aprendizagem escolar.

    Vou anotar a dica, pois esse livro é um que não pode faltar na estante aqui de casa…a família toda deve ler.

    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, Quel! Eu gostei muito dele, a leitura é ótima. É muito rápido de ler e a consulta dele também é muita rápida, porque os parágrafos são divididos bem claramente, sabe? Espero que você goste! 🙂

      Curtir

  4. fiquei bem interessada, Mona. Não tive contato até hoje com alguma criança autista mas gostaria de saber mais a respeito, porque posso vir a ter algum aluno que tenha autismo, é sempre bom estar informada…
    bjs…

    Curtido por 1 pessoa

  5. Rafaelle Vieira diz

    Olá, Monalisa!
    Não conhecia o livro, mas fiquei super curiosa. Sou educadora e leituras do tema sempre chamam minha atenção. É uma leitura super válida e importante. Já anotei a dica! 🙂

    Beijos

    Rafa [ blog – Fascinada por Histórias]

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s