Mês: maio 2016

O presente perfeito para sua criança interior

Alguns livros são apenas para crianças, mas outros conseguem agradar aquela nossa criança interior. “Outro Conto Sombrio dos Grimm” faz parte do segundo tipo. Com uma escrita divertida e sua imaginação que segue a lógica de uma criança, Adam Gidwitz constrói um mundo de contos de fadas que não subestima nem o mais jovem dos leitores, repleto de personagens dos contos originais dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen. E não é a primeira vez que o autor faz isso! “Um Conto Sombrio dos Grimm”, publicado pela mesma editora em 2015, segue o mesmo princípio.  Anúncios

No final tudo acaba em pizza e pau de selfie

Em seu novo livro, “Uma Selfie com Lenin”, Fernando Molica fala de amor e política. Afinal, seu personagem principal é um jornalista de meia idade que está fugindo do Rio de Janeiro após uma confusão na assessoria de políticos para a qual trabalhava. Por isso a história se passa através de uma carta que ele está escrevendo para Eloísa, sua ex-namorada e ex-chefe. Ao tentar relatar todo o mal entendido que o fez embarcar num avião para bem longe do Brasil, o personagem faz uma reflexão de toda sua trajetória de vida. Desde quando era um jornalista mal pago e cheio de ideologias até o momento da história, rico e completamente destruído. “Foi graças a você quem vim parar aqui, que posso estar aqui. Se não fosse você, eu estaria aí, fazendo minhas matérias, enchendo seus clientes de porrada, ajudando você a manter o faturamento de sua empresa.”

Picadeiro Steampunk

A arte circense é uma das mais antigas do mundo, tendo sementes de suas diferentes facetas em várias civilizações antigas. O circo moderno existe desde o séc. XVIII e até hoje nos encanta não só pelas performances quase sobrenaturais de seus membros, mas pela sua própria natureza romântica de uma trupe de artistas viajantes sem rumo, que não possui nada que a prenda em um lugar e que é moldada pelos anos de estrada em uma família. Não é por acaso que a autora Genevieve Valentine escolheu essa temática para trabalhar. “O Circo Mecânico Tresaulti” é um romance de estética steampunk cuja fábula gira em torno dos conflitos de uma companhia circense em meio ao caos da guerra. Mesmo com o constante risco de destruição iminente os habitantes das cidades sempre lotam as arquibancadas para ver o estranho espetáculo proporcionado por artistas-máquinas. Homens com engrenagens no lugar de articulações, trapezistas com ossos de cobre e até um anjo com asas metálicas arrebatam o público noite após noite.

Assassina em pele de boneca

Publicado originalmente em 1954, “Menina Má” chocou a sociedade da época por introduzir na literatura a primeira criança assassina. Hoje, já tendo influenciado a criação de diversas outras aberrações mirins, como Sarama, Anabelle e Chucky, o livro chega ao Brasil em edição especial. “Ela não tem a menor capacidade de sentir remorso nem culpa. Ela é completamente despreocupada”.

“Mulheres não são coadjuvantes”, diz Mary E. Pearson, autora de The Kiss of Deception

“The Kiss of Deception” acaba de chegar ao Brasil, recheado de personagens femininas poderosas, reviravoltas de tirar o fôlego e magia — ainda que nas entrelinhas. Para comemorar, a editora DarkSide convidou alguns dos blogs parceiros para uma entrevista coletiva com a autora, Mary E. Pearson, e o Literasutra foi um deles! ❤ Confira a entrevista completa abaixo:

Encrenca que derruba preconceitos

Com o lançamento de seu livro de estreia em 2014, os olhares do mundo literário voltaram-se para Non Pratt. Agora, com sua publicação no Brasil pela editora Verus, pude comprovar: “Encrenca” não é só uma capinha bonita, é uma obra com conteúdo forte o suficiente para derrubar preconceitos. Sua narrativa irreverente e livre de julgamentos empresta um olhar perspicaz sobre um assunto polêmico: gravidez adolescente.

Na Companhia de Linha M

Demorei mais de um mês para percorrer as pouco mais de 200 páginas de “Linha M”, de Patti Smith. Atribulações do cotidiano somadas a outras demandas de leitura e a uma certa falta de ritmo esticaram a presença do livro na minha cabeceira. No entanto, ao encerrá-lo, tive a sensação de que o livro durou o tempo que tinha que durar, numa consonância involuntária com o próprio sentimento do texto.

Super sorteio de Dia dos Namorados

Dia dos namorados é o momento perfeito para, bom, para qualquer coisa. Para todo lugar que a gente olha tem infinitos coraçõezinhos e lojas com presentes que, se você é solteira(o) dá vontade de comprar para si mesma(o). E claro que a gente não queria deixar passar em branco. Foi pensando nisso que 15 blogs se uniram: para comemorar o dia com muito rosa, vermelho, corações e… Livros. É claro. E dois kits, porque queremos comemorar tanto com os que estão solteiros (mas sozinhos jamais) quanto os que estão no amorzinho. Vem com a gente? É importante saber! . Você precisa ter endereço de entrega no Brasil; . A promoção rola de hoje (20/05) até o dia dos namorados (12/06) deste ano (2016); . Cada blog é responsável pelo envio do próprio livro; . O prazo para envio é de até 45 dias úteis – antes disso não adianta mandar e-mail, ok? . O resultado sai em até 72h (3 dias) porque vamos conferir se os vencedores seguiram as regras obrigatórias; . Enviamos um e-mail …

Romance para não-adolescentes

Aos quarenta e poucos anos, com sua filha criada e já na faculdade e um casamento de anos, Jessie Sullivan sente que não possui um propósito na vida e constantemente se pergunta sobre quem realmente é e o que deseja fazer de seu futuro, agora que tem tudo de que precisa, ao mesmo tempo que falta alguma coisa para se completar. Certa vez, recebe uma ligação que lhe notifica sobre a automutilação de sua mãe, fato que a leva a viajar de volta a sua cidade natal, na Ilha da Garça. De volta para o seu passado.

Para ler caminhando na esteira

Desde “O Filho Eterno”, romance maravilhoso que fala sobretudo da vida, Cristovão Tezza se tornou um dos meus autores preferidos, e para isso me bastou um livro. Mas a vida surpreende, e neste mês me veio, como que de bandeja, a oportunidade de ler “A Máquina de Caminhar”, seu livro de crônicas. Abracei a oportunidade sem receio e não me decepcionei: Tezza é mesmo mestre em captar — e retratar — a essência das coisas.