Livro, Resenhas
Comentários 14

A nova série viciante do momento

Terminei de ler “A Guardiã de Histórias” com o desejo de apagar o livro da minha memória, só para ter o prazer de lê-lo novamente. O romance-fantasia de Victoria Schwab pode não ser perfeito, mas é viciante. Escrito de acordo com uma velha e conhecida fórmula, mas sob uma roupagem nova e convincente, este é o tipo de livro que te abraça confortavelmente e te transporta para outro universo, sendo capaz de te isolar do mundo enquanto lê.

“Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras.”

Conhecido por poucos e com o sugestivo nome de “Arquivo”, este lugar mais se assemelha a uma biblioteca que a um necrotério. Isto porque na verdade ele não guarda mortos, mas suas Histórias. Não por acaso, sua organização fica a cargo dos bibliotecários. Mas estas Histórias são bem diferentes daquelas dos livros tradicionais: espécie de registro das pessoas que já foram um dia, elas têm vontade própria e podem acordar. E é aqui que entram os guardiões, treinados para capturar as Histórias “rebeldes” e enviá-las de volta ao seu devido lugar antes que cheguem ao mundo exterior. Mackenzie Bishop, por exemplo, é uma guardiã. Desde muito nova, acessorada pelo avô, a adolescente assumiu a tarefa que, apesar de sua importância, é extremamente solitária.

– É difícil mentir tanto assim?
Você dá uma tragada funda e bate as cinzas na pia, onde sabe que ela vai ver. Não deveria mais estar fumando.
– Não, difícil não. Mentir é fácil. Mas é solitário.
– Como assim?
– Quando a gente mente para todo mundo sobre tudo, o que sobra? O que é verdadeiro?
– Nada – respondo.
– Exatamente.

Sobre a trama em si eu lhe reservo o direito anti-spoiler de saber somente isso: há mistérios a serem solucionados, várias cenas de ação, romance na medida certa e uma dose de drama pessoal que dá aquela liga na hora de criar empatia com os personagens. Aliás, é importante dizer que na resolução do “mistério central” a autora deixa pelo caminho diversas migalhas; umas fáceis, algumas difíceis e outras que despistam – e que justamente por isso motivam a leitura.

O universo criado por Victoria Schwab é convincente, a trama é envolvente e a protagonista, cujo ponto de vista conduz tudo isso, é bem construída e desenvolvida. Ou seja, é muito fácil conectar-se à história, apesar de um ou outro clichê. Além da trama em si, uma das coisas mais interessantes de observar é a evolução tanto pessoal dos personagens quanto dos relacionamentos entre eles. Com um óbvio destaque para a protagonista, Mackenzie, e seu turbilhão de sentimentos.

Embora faça parte de uma série, o livro funciona perfeitamente sozinho: Não apresenta pontas soltas e seu arco se fecha, as coisas funcionam e fazem sentido. E uma vez tendo terminada a leitura fica meio impossível não querer continuar a série inteira. Todas as vezes em que eu olho pra capa me dá vontade de ler tudo de novo. É viciante a ponto de eu, aos 26 anos, querer andar por aí com uma chave antiga fingindo que sou uma guardiã. Sério.

Status: Correndo desesperadamente para ler a continuação! 😉

a guardiã de histórias resenha literasutra
“A Guardiã de Histórias”

(“The Archived”)
Autora: Victoria Schwab
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 322

*Livro cedido pela editora.

Compre o seu CLICANDO AQUI e ajude o Literasutra a crescer!

14 comentários

  1. Olá flor, ouvi falar desse lançamento e fiquei bastante curiosa…bom saber que é uma obra tão bacana como eu pensei que seria. Já estou ainda mais ansiosa para conferir.

    Abraços

    Curtir

  2. A história em si é bem clichezona. Mas eu fiquei fascinada com o mundo que a autora criou, achei tão diferente e tão bem explicado. O mistério também valeu a pena. O tempo todo eu fiquei “eu acho que o culpado é o Funado! Não. Pera, acho que o culpado é o Cicrano. Não! Não! É Fulano! Cicrano! Fulano!” hahahha

    Curtido por 1 pessoa

  3. ele parece ser uma leitura encantadora, o único problema pra mim, é ter continuação… ando evitando novas séries/trilogias e dando preferência a histórias fechadas…
    mas de qualquer forma, amei a sugestão…
    bjs, Mona ^^

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oiii Monalisa, tudo bem?
    Realmente não conhecia a obra e me deparei babando pela sua resenha huahuahua eu não conhecia o livro, embora você tenha colocado esse título na postagem, realmente não conhecia. Eu gosto muito de histórias de fantasia, e sempre quando posso estou dando uma lidinha! Diante disso, fiquei contente em saber que pode ser um livro independente, séries me estressam e me enjoam.
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

  5. OOi
    Ameei sua resenha!
    Quando eu lia “Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras.” imaginava que eram os próprios corpos kkkkk isso me fez até perder e interesse que tinha no livro. Mas agora com sua resena, felizmente, entendi, e ele até voltou pra lista de desejos.
    E essa capa, mds, lindaaa!
    Dá pra perceber que gostou bastante haha Espero gostar como você!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  6. Olá! Que lindeza de resenha, me convenceu à leitura do livro. Adoro histórias com mistérios, mas de forma que o leitor possa tentar solucionar parte deles. Se tem drama e romance na dose certa, então é comigo mesmo! Também gosto muito quando temos um personagem principal forte e bem construído. Vou procurar para leitura.
    Valeu a dica.
    Beijos.
    Karla Samira
    http://www.pacoteliterario.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oi, Mona!

    Não tinha ciência dessa série até agora, acredita? Achei que a ideia é meio reciclada, mas convincente. Eu costumo pensar que o clichê vale enquanto souber ser bem trabalhado (e acho que esse livro conseguiu isso, né?). A trama me lembrou um pouco, com elementos diferenciados, aquele livro/filme O Doador de Memórias (que, inclusive, se tornou um dos meus preferidos!).
    Resumo: QUERO ❤
    Como sempre, suas resenhas sempre me convencem a querer ler os livros haha.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

    • Nina, eu AMO O Doador de Memórias!!! ❤️ É tão bom encontrar alguém que também goste! Hahaha Mas esse livro não me lembra ele, não.
      A série é nova aqui no Brasil, esse primeiro livro acabou de ser publicado, deve ser por isso que você ainda não tinha ficado sabendo. Mas ó, lê logo pra gente conversar sobre! 😃

      Curtir

  8. oi, tudo bem?
    não conhecia o livro, mas amei a capa e a premissa. Adoro quanto um livro nos arrebata assim, profundamente e com tudo! E saber que ele tem um pouco de tudo que eu gosto, dosado e na medida certa, me deixou ainda mais curiosa

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s