Livro, Resenhas
Deixe um comentário

A biografia de Marina Abramovic vai te ensinar o que é arte e performance

Mesmo que você nunca tenha ouvido falar em Marina Abramovic, ela provavelmente já passou pela sua timeline. Uma mulher de vestido longo e cabelos pretos trançados está sentada, sozinha, numa cadeira no centro de uma roda de pessoas. De repente, um homem se aproxima e senta-se na cadeira que está à sua frente, e a cena que segue emociona não somente o casal, mas todas as pessoas que assistiram e compartilharam o vídeo incessantemente nas redes sociais. O vídeo em questão é um trecho do filme “Marina Abramovic — A artista está presente”, que documentou a exposição da artista sérvia realizada em 2010 no MoMa de Nova Iorque. O homem cuja aparição a emociona é Ulay, que durante 12 anos foi seu companheiro e parceiro de performances.

“É incrível como o medo é embutido em você, por seus pais e por outras pessoas que o cercam. Você, no início, é tão inocente. Você não sabe.”

Esta e outras histórias envolvendo a artista, reconhecida por muitos como “a avó da performance” devido aos quase 50 anos de atividade e também ao pioneirismo e representatividade dentro da arte performática, estão relatadas no livro “Pelas Paredes — Memórias de Marina Abramovic”.

“Eu havia vivenciado a liberdade absoluta, tinha sentido que meu corpo não possuía fronteiras, era sem limites. Que a dor não importava, que absolutamente nada importava. E isso foi empolgante”.

 

Publicado em 2017 pela editora José Olympio, “Pelas Paredes” conta a trajetória profissional de Marina, mas sem deixar de lado os aspectos pessoais. A criação rígida no pós-guerra da Iugoslávia; o controle abusivo da mãe, que mesmo depois de adulta lhe ditava toques de recolher; o seu senso de humor típico do sudeste europeu. Por meio de texto e também de imagem — a edição contém páginas especiais com fotografias coloridas, além das imagens em preto e branco que ilustram algumas passagens de texto — o livro tem dupla serventia: por trás da biografia está, nas entrelinhas, o significado da arte da performance. E tudo isso faz de “Pelas Paredes” a leitura perfeita para tempos como os de hoje, no qual a nudez de um artista lhe basta para ser acusado de pedofilia. E é por isso que você precisa ler este livro.

Compre o seu clicando aqui e ajude o Literasutra a crescer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s