Autor: breleal

Aqui vai uma carta de amor

Aviso aos leitores: Essa nem pode ser considerada uma resenha e sim uma carta de amor. Carpinejar, seu lindo! Me liga, tá? Não se engane se a orelha do livro “Para onde vai o amor?” te fizer pensar que é mais um autoajuda sobre relacionamentos. (Não que livros de autoajuda sejam ruins, mas é que existem tantos e tão parecidos que me fazem perder o interesse). O trabalho aqui é justamente enganar as pessoas que procuram esse tipo de estilo. Ele te ganha com essa intenção, mas te apresenta crônicas ótimas, ritmadas e intensas. E talvez para algumas pessoas tenha até servido de autoajuda, vai saber! A “Monalisa coração de pedra” acha que as frases das crônicas podem ser usadas em legenda para selfies, mas eu me senti muito inspirada depois de ler o livro. Quis sentar em um jardim e escrever longas cartas de amor… Tudo bem que a vontade logo passou, mas gostei de sentir isso.  Sou do grupo do Nelson Rodrigues: “Sem paixão não dá nem para chupar um picolé” e foi ótimo conhecer mais um …