Todos os posts com a tag: Editora Rádio Londres

Minotauro: O mito grego atualizado + SORTEIO

A primeira vez em que falei sobre “Minotauro” aqui no Literasutra foi em 2015, em uma resenha muito impressionada. Hoje, 3 anos depois, a sensação se mantém. Eu reli o romance do israelense Benjamin Tammuz e dessa vez fiz uma análise em vídeo. Assista abaixo: Clique aqui e participe do sorteio que premiará com um exemplar da nova edição de “Minotauro” e um kit de marcadores! “Minotauro” Autor: Benjamin Tammuz Editora: Rádio Londres Páginas: 189 Compre o livro AQUI e ajude o Literasutra a crescer! ❤ Anúncios

SORTEIO + 5 motivos para ler “Tirza”

Alguns livros não precisam esperar dezembro acabar para entrarem na lista de melhores do ano. “Tirza”, de Arnon Grunberg, é um deles. Se este motivo não for suficiente pra você, eu lhe dou mais cinco neste vídeo – e com direito a sorteio no final! ❤ Inscreva-se no canal e participe de mais sorteios como esse!  Neste vídeo: Título: Tirza Autor: Arnon Grunberg Editora: Rádio Londres Páginas: 464

Paixão obsessiva à primeira vista

Não é por acaso que “Minotauro”, romance do israelense Benjamin Tammuz, faz alusão à criatura mitológica.  Assim como o mito grego sobre a besta com cabeça de touro, o livro parte de uma paixão avassaladora rumo a um desfecho devastador. Ler “Minotauro” é como andar num labirinto com o predador em seu encalço. “Nenhuma realidade é capaz de afastar um sonho. Nenhum ser vivo pode vencer um fantasma” (pág. 103) No dia do seu aniversário de 41 anos, um homem se apaixona por uma adolescente dentro de um ônibus londrino. A menina, sem suspeitar do homem que agora a segue à distância, desce do ônibus e caminha para casa, revelando assim seu endereço. E então, nos dias que se seguem, ela começa a receber cartas anônimas desvairadamente apaixonadas. O homem em questão é Alexander Abramov, agente secreto israelense que, durante uma missão clandestina em Londres, finalmente vislumbra sua razão de viver: a menina Téa. A partir daí, acompanhamos uma enxurrada de versos que assediam a adolescente. E a reação de Téa a tudo isso vem conferir uma dose extra de suspense à história. “Tiro seus …

Diretamente da Holanda para o Brasil

Quantos livros de autores holandeses você já leu na vida? Não muitos, aposto. Visando suprir essa carência e introduzir diversidade no mercado editorial, o Café Amsterdã acaba de chegar ao Rio de Janeiro. Já tendo passado por São Paulo e Curitiba, o evento contará com mesas redondas, leituras, projeção de filme e, é claro, noites de autógrafos com os autores. Aliás, sobre os autores presentes, dois deles foram publicados recentemente pela editora independente Rádio Londres, parceira do Literasutra! Confira: Antes de chegar ao Brasil, o Café Amsterdã passou por capitais como Barcelona, Pequim e Buenos Aires, e é organizado pela Fundação Holandesa das Letras. Clique aqui e confira a programação completa!  

Dândi norte-americano em Madri

Viciado em antidepressivos, o poeta americano Adam Gordon aproveita sua estadia em Madri, financiada por uma bolsa de estudos para seu projeto de pesquisa que, por depender de sua vontade própria, não avança. Assim começa “Estação Atocha”, romance de estreia do também poeta e também americano Ben Lerner. Valendo-se de uma narrativa aparentemente horizontal, típica de um personagem dândi, o livro acerta em cheio ao brincar com alguns clichês do mundo artístico e abordar questões como a autenticidade das reações de um observador em relação a uma obra de arte. Ao contrário de todos ao seu redor, para Adam uma ida ao museu é um passeio sem emoção, sem catarse, ele não consegue ser tocado por uma obra de arte. A fim de não parecer estranho, de continuar “pertencendo ao grupo”, ele adota uma saída: Finge reações, um ator da vida real – e que ator talentoso ele se revela! “(…) com apreensão, me dei conta de que ela esperava me encontrar mexido, muito comovido e que era assim mesmo que eu tinha que me mostrar a ela (…). Virei-me …